27 julho, 2010

Por que você se importa?


Sempre tento entender as razões que levam religiosos a se importarem tanto com as escolhas feitas pelos "infiéis". Afinal, se o deus que eles veneram diz que temos a liberdade para tomarmos nossas próprias decisões e seguir os caminhos pelos quais sentimos prazer, porque essas pessoas se sentem no direito de julgar, negar e condenar aqueles que não aceitam os ensinamentos da bíblia?

Você pode ou não acreditar em algum deus, mas numa coisa você tem que acreditar: todo mundo morrerá um dia e irá para o mesmo buraco. O que somos enquanto vivos realmente importa a ponto de você querer se intrometer na vida alheia? A religião, orientação sexual e as escolhas da vida de uma pessoa interferem no seu bem estar, na sua vida particular?

Muito se discute se deve ou não ser permitida a união entre pessoas do mesmo sexo. A igreja diz que seu deus todo poderoso não permite tal atrocidade à dignidade humana e cristã. Já a razão diz que todos os seres humanos são iguais perante a lei, e devem ter respeitados todos os seus direitos enquanto cidadãos de países democráticos. Então, porque a igreja, uma organização que não é (e não pode) ser reconhecida como entidade política, se vê no direito de cercear direitos constituídos em nome de dogmas antiquados? Que deus seria esse que condena seus "filhos" por não seguirem doutrinas que não mais encontram espaço na sociedade atual?

Por que você, evangélico ou católico, diz que a mulher não tem domínio sobre seu próprio corpo por ser ele um bem divino e da posse de seu deus, e por isso não deve ter o direito de decidir por manter ou não uma gestação indesejada? Não pretendo entrar nos pormenores do assunto, mas gostaria de pegar como exemplo o caso da menina de 9 anos, moradora da cidade de Alagoinha (PE), estuprada pelo próprio padrasto. A igreja católica (sempre ela) se disse inconformada com a autorização da justiça para o aborto. De acordo com seus líderes, a igreja considerava o ato um crime sem precedentes e passível de punição divina, com todo o rigor de deus – a mãe da menina e os médicos que participaram da operação foram excomungados. Veja bem, condenaram o aborto, não o estupro. Talvez nisso deus seja liberal...

Outro grande mal da falta de noção de grupos religiosos é a proliferação de políticos a serviço da igreja católica e evangélica com o claro objetivo de disseminar a torto e a direita seus dogmas, preconceitos e limitações religiosas. Com leis tentam barrar direitos, empurrando goela a baixo suas crenças.

Continua fresca em minha memória a ex-Governadora do Rio de Janeiro Rosinha Matheus lançando mão de seu poder para implantar no ensino público de seu Estado aulas sobre o criacionismo. Uma grave afronta ao direito constitucional de liberdade de religião e opinião.

Alguns adeptos de religiões precisam aprender que crenças, política e a vida do seu vizinho são coisas diferentes, não devendo jamais ter seus caminhos cruzados. Religião também deve se enquadrar no quesito "vida em sociedade". Pois viver em harmonia é também aceitar e respeitar as diferenças, estas sim inegáveis e imutáveis.

3 comentários:

Igo Araujo disse...

Infelizmente as pessoas ainda não se tocaram que a religião, seja ela qual for, não é tão necessária quanto os líderes delas os fazem crer.
enquanto houver esse controle de opinião (pra não dizer, mental), nosso Estado nunca será laico, como aliás, manda a constituição.
enquanto houverem crentes e tementes a Deus na sociedade, os religiosos encontrarão um jeito de se infiltrar no governo.

flws

K. disse...

falta às pessoas conhecimento de história... como surgiram as religiões, porque elas criaram alguma regras, etc. enquanto não houver isso, o diáologo fica complicado

Simples assim... disse...

O problema não é dialogo, historia, religião..... o problema é q todo mundo gosta de debater e aí não saímos nunca da teoria, ganha o mais culto e estudado! Não precisamos disso nesse momento, precisamos de ações.... de prática! Não tenho religião por causa dessa hipocrisia toda, mas acredito em Deus, nas energias q nos cercam, e o q precisamos mais é amor e respeito, gay, pobre, negro, azul, católico, o q seja, somos todos humanos, precisamos entender q cadaum faz da sua vida o q bem entender! Quem dita as regras? O certo e errado depende do ponto de vista de cada um... quem domina o ponto de vista? Ótimo post!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...